800% de diferença nos preços de alguns remédios. Em Campinas, acredite!

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 7 de junho de 2017 às 10:57

Com informações do Procon e CBN Campinas
Um levantamento do Procon de Campinas aponta que pesquisar é mesmo o melhor negócio quando se fala em comprar medicamentos. Foram visitados 10 estabelecimentos da cidade.

O genérico Nimesulida está no topo da lista dos remédios com maior diferença nos preços. A cartela com 12 comprimidos e total de 100 miligramas custa entre R$ 1,86 e R$ 18,02 nas farmácias de Campinas, uma diferença de 868,82%.

A Amoxicilina 21 cápsulas e 600 miligramas foi o medicamento de referência com maior variação: 378,51%, custando entre R$ 16,24 e R$ 77,71.

Os dois produtos também estavam no topo da lista no levantamento do ano passado. Apesar da diferença gritante, os valores estão no teto estabelecido pela Anvisa. A causa, segundo o órgão de defesa do consumidor, é a própria dinâmica do mercado.

Ao todo, foram avaliados 66 medicamentos: 34 de referência e 32 genéricos. Na comparação entre as opções de mesma apresentação, os genéricos são 52,89% mais baratos e continuam servindo como a opção mais vantajosa e econômica. O trabalho realizado pelo Procon São Paulo juntamente com o Procon municipal pode ser consultado no site procon.campinas.sp.gov.br. Já os tetos de preços definidos pela Anvisa podem ser conferidos pelo portal.anvisa.gov.br.