Aeroporto dos Amarais: consórcio vence pregão e vai assumir administração

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 17 de março de 2017 às 16:15

Com informações da reportagem de Maria Tereza Costa / Correio Popular

Foto: CEDOC / RAC

O consórcio Voa São Paulo venceu a licitação para a concessão de um lote de cinco aeroportos no Estado, entre eles o Aeroporto Estadual Campo dos Amarais, em Campinas. O grupo, formado pelas empresas Terracom Construções, EPC Construções, ALC Participações e Empreendimentos, Estrutural Concessões de Rodovias, Nova Ubatuba Empreendimentos e Participações e MPE Engenharia e Serviços, ofereceu uma outorga de R$ 24,4 milhões, mais que o dobro do valor mínimo exigido, de R$ 12,16 milhões. O ágio na disputa foi de 101%. A segunda colocada, a Gran Petro Distribuidora de Combustíveis, ofereceu R$ 12,159 milhões.

A Agência Reguladora de Transportes do Estado (Artesp) fará a análise da documentação apresentada pelo consórcio vencedor e, na sequência, se não houver recurso, será assinado o contrato para a concessão do Amarais e dos aeroportos de Itanhaém, Ubatuba, Jundiaí e Bragança Paulista.

A análise da habilitação do consórcio vencedor estará concluída até o final de abril e a assinatura de contrato poderá ocorrer em maio. Haverá ainda um prazo para as empresas do Voa São Paulo se mobilizarem e a previsão é que assumam os aeroportos em junho. O concessionário terá que seguir um cronograma de investimentos definido no contrato.

O grupo vencedor está obrigado a fazer investimentos de R$ 93 milhões em 30 anos nos cinco aeroportos, sendo que o Amarais receberá R$ 28,6 milhões no período. Do total previsto, 33% se concentrarão nos primeiros quatro anos de concessão. Os investimentos em obras contemplam melhorias nos sistemas de pistas, pátios e sinalização, como também reformas nos terminais de passageiros e ampliações de hangares. O concessionário será remunerado por meio de tarifas das atividades aeroportuárias e a exploração econômica de infraestrutura aeroportuária (hangares e outros serviços disponibilizados).

O Aeroporto Estadual Campo dos Amarais, em Campinas, opera com aviação geral e possui pista de 1.650 metros, terminal de passageiros com 230m² e estacionamento com capacidade para 50 veículos. O Aeroporto Estadual Artur Siqueira, de Bragança Paulista, atende demanda de voos executivos e tem pista de 1.200 metros, terminal de passageiros com 225m², além de estacionamento para 76 veículos.

Já o Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro (Jundiaí) opera voos executivos e tem pista com 1.400 metros, terminal de passageiros com 500 m² e estacionamento para 50 veículos. O Aeroporto Estadual Antônio Ribeiro Nogueira Jr. (Itanhaém) possui pista de 1.350 metros, terminal de passageiros com 1.560m² (500m² do Daesp e 1.060m² da base da Petrobras) e estacionamento para 50 veículos, e o Aeroporto Estadual Gastão Madeira (Ubatuba) possui pista de 940 metros, terminal de passageiros com 70m² e estacionamento para 15 veículos.