“AME Laurinha” precisa de R$ 3 milhões para tratamento de doença rara

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 10 de dezembro de 2017 às 08:08

Com informações da CBN Campinas
Ana Laura tem um ano, e há mais de 3 meses está internada no Hospital Augusto de Oliveira Camargo de Indaiatuba.

Ela tem uma doença chamada AME.

Genética, rara e degenerativa, também é conhecida como atrofia muscular espinhal.








Depois de passar pela UTI, o quadro de saúde de Laurinha já é bem melhor e estável.

É tempo de ir para casa e essa é a luta travada pela família, já que eles não conseguiram ainda um home care.

Com silêncio do plano de saúde, Laurinha precisa de ajuda.

Ela usa um aparelho de ventilação não invasiva que é emprestado de uma ONG e um para tosse, que tem um aluguel mensal de R$ 1.180 (hoje, pago pela família).

A bebê necessita de uma medicação importada.

Só o 1° ano de tratamento custa R$ 3 milhões.

É por isso, que várias campanhas são feitas para arrecadar dinheiro.

Nas redes sociais há mobilização nos canais “AME Laurinha”.

Rifas e vendas de itens personalizados também são feitos.

Muitas pessoas se sensibilizam, mas ainda é preciso mais.

Quem quiser ajudar, com qualquer quantia, pode depositar em uma das contas-poupança abertas em nome da menina Ana Laura Araújo de Souza.

As contas foram abertas nos bancos Itaú (agência 4985, conta-poupança 14668-9 500), Bradesco (agência 2698, conta 1001498-0) e Caixa Econômica Federal (agência 2996, conta 013 003 1126-3).

O CPF é o 518.260.188-32.

Contatos: (19) 9 9321-0595 e (19) 9 9988-6859