Av. Francisco Glicério agora tem árvores… em potes

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 21 de dezembro de 2017 às 14:56

Foi entregue a primeira etapa do projeto de plantio de árvores nativas da cidade na Avenida Francisco Glicério.

A segunda etapa será entregue até a segunda quinzena de janeiro.

O projeto total contemplará a Glicério, entre a Av. Orosimbo Maia e o pontilhão da Av. Aquidabã, com cerca de 100 árvores das espécies ipês amarelos, ipês rosas, pau brasil, copaíba e outras.








Nesta primeira fase, serão 44 árvores do lado esquerdo e 26 do lado direito, totalizando 70 árvores.

“É um grande benefício para Glicério, uma das avenidas mais importantes da nossa cidade. O ambiente fica mais agradável e a ideia foi muito criativa em mais este passo da revitalização do Centro”, disse o vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira.

As floreiras estão com árvores jovens, que já possuem cerca de 2 metros e meio de altura.

Podem chegar a três ou quatro metros de altura.

As espécies foram selecionadas e pesquisadas para que houvesse, num período curto, a adaptação ao ambiente da avenida, levando ao centro da cidade mais saúde e qualidade de vida.

As árvores são plantadas em vasos de tamanho grande, caixas de aço.

Não foram plantadas no chão porque as raízes poderiam prejudicar a fiação subterrânea instalada na revitalização da avenida.

Os vasos estão posicionados em locais estratégicos de forma que não interfiram no trânsito de carros, de pedestres e no fluxo do comércio.

A entrega desta primeira fase foi escolhida para o final do ano, época do Natal, quando o movimento do comércio é muito maior e o ambiente se torna mais propício ao passeio diurno e noturno.

Os vasos foram grafitados com imagens de animais nativos da Mata Santa Genebra e de outros ambientes do Brasil, como a arara azul e a onça pintada.

As imagens foram pintadas pelo artista plástico Alexandre Filiagi.

Quando for entregue a segunda etapa, na conclusão do trabalho, cada vaso terá um QR Code, plaquinhas com um código de barras que permitirá ao cidadão consultar, pelo celular, informações sobre a espécie plantada.

Esse projeto de plantio de árvores é resultado de três Termos de Compromisso Ambiental (TCA), referentes a duas construções executadas pela construtora MRV, no valor de R$ 338.341,83.

A construtora será responsável pela manutenção das árvores por de dois anos e depois disso, passa para a Prefeitura.

O coordenador regional de Campinas da MRV, Túlio Pereira Barbosa, afirmou que a empresa se sente honrada em participar de um projeto de revitalização como este.