A Bichectomia conhecida também como Plástica das Bochechas é uma cirurgia plástica que envolve a retirada total ou parcial das “bolas de Bichat” (bolsas de gordura) localizada entre os ramos do nervo facial, e que tem como objetivo reduzir o volume das bochechas, afinando o contorno facial para um perfil mais harmônico e atraente.

Ainda que seja considerada uma cirurgia tranquila, não é um procedimento simples.

Deve ser realizada por cirurgiões plásticos especialistas, já que a lesão deste ou de algum dos seus ramos podem causar uma complicação devastadora ao paciente que se submeteu à alguém sem condições técnicas e sem preparo para esta cirurgia.








Uma outra questão muito importante na bichectomia é a correta indicação da cirurgia.

Por isso, não basta apenas que o procedimento seja bem realizado: ele precisa ser bem indicado.

Mulheres com rosto magro não são candidatas ao procedimento, e caso se submetam, sentirão falta deste volume no futuro.

Um rosto arredondado ou com as bochechas de volume desproporcional com uma boa qualidade de pele e tecidos bem sustentados, é uma face ótima para a bichectomia.

O procedimento é feito através de uma incisão (5mm a 1cm) dentro da mucosa da boca, onde é removida parcialmente uma estrutura anatômica (gordura localizada) – raramente a operação retira-as totalmente.

Normalmente a cirurgia dura em torno de 1h a 1h30m, e caso tenha sido realizada sob anestesia simples, com sedação ou anestesia geral, o paciente apenas permanece para observação.

O resultado é notável assim que o inchaço ceder.

Além de diminuir o volume das bochechas, a bichectomia pode trazer uma melhora na mastigação; melhora na autoestima do paciente; e traços mais finos e delicados.

Lembrando que a cicatriz fica imperceptível por ficar escondida na parte interna da boca (na parte superior das bochechas, próximas aos dentes molares superiores).