Campinas inicia bilhetagem com QR Code para tirar dinheiro de dentro dos ônibus; Vejam fotos da máquina

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 20 de Janeiro de 2017 às 17:49

A máquina já com o leitor de QRCode acoplado, logo abaixo do leitor de cartões

A Transurc, associação que representa as empresas de ônibus urbanos de Campinas, apresentou um novo sistema de bilhetagem que tem por objetivo acabar gradualmente com a circulação de dinheiro dentro dos ônibus da cidade. Acoplado à máquina leitora do cartão Bilhete Único foi colocado um terminal de leitura de QRCode. Esses bilhetes de papel serão vendidos pelos postos credenciados da Transurc e também por funcionários da associação que estarão em pontos de maior movimento, emitindo o bilhete na hora.

O pequeno leitor de QR Code, acoplado à leitora de cartões

O papel é similar ao de uma nota fiscal de supermercado e é emitido com um código de leitura digital com uma passagem no valor de R$ 4,50. O passageiro passa esse papel no leitor e já pode virar a catraca. Após isso, o papel pode ser descartado já que ele não dá direito a integração ou a qualquer outra passagem, é totalmente descartável.

O bilhete de papel, descartável.

As primeiras linhas a testarem o novo sistema são os do distrito de Sousas, operados pela empresa Coletivos Padova. Os leitores foram instalados nos 27 ônibus da empresa nesta semana e alguns deles já estão nas ruas. Em Sousas são três pontos credenciados de venda de bilhetes da Transurc e também estarão funcionários espalhados pelos pontos de maior movimento de passageiros.
A Transurc disse que, apesar do projeto estar em fase experimental, espera instalar o equipamento em toda a frota da cidade até abril, tirando definitivamente o dinheiro de dentro dos ônibus, já que esse bilhete poderá ser comprado apenas fora do ônibus e o motorista não terá mais como fazer a liberação da catraca diretamente no painel do veículo. Com esse processo também deverá ser extinta a comissão que é paga aos motoristas por vender passagens a bordo.