Com mágica? Emdec quer “desaparecer” com 9 gargalos do nosso trânsito

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 17 de Abril de 2017 às 08:00

Com informações do Correio Popular, Emdec e Prefeitura de Campinas

Foto: Camila Moreira / AAN

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) promete desatar, ainda este ano, nove dos 30 nós que atravancam o trânsito e tiram diariamente a paciência de milhares de campineiros.

Entre os pontos que devem sofrer pequenas alterações de engenharia de tráfego estão a Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, na entrada de Barão Geraldo, o balão do Bela Vista e a Avenida Theodureto de Camargo, na esquina com a Carolina Florence.

Quanto a fluidez no trânsito, a empresa afirmou que só é possível fazer uma estimativa depois que as modificações foram concluídas. “O percentual de melhoria no trânsito será específico em cada ponto, uma vez que possuem características próprias. Essa informação depende de medições realizadas antes e depois da implantação dos projetos”, disse o secretário de transportes, Carlos José Barreiro.

GARGALOS QUE DEVEM SER SOLUCIONADOS EM 2017

  • Avenida Prestes Maia (aqui também está prevista a criação de uma alça de acesso, como o ODC já mostrou)
  • Avenida John Boyd Dunlop (sob viaduto da Anhanguera)
  • Avenida Albino José Barbosa de Oliveira (entrada de Barão Geraldo)
  • Avenida Theodureto de Camargo (esquina com a Carolina Florence)
  • Avenida Princesa D’Oeste (perto do viaduto Laurão)
  • Rua Salustiano Penteado (perto da Avenida Barão de Itapura)
  • Balão do Castelo
  • Rua Agenor Topinel com Rua Vicente Bellochio (Jardim Garcia)

John Boyd Dunlop: um dos pontos mais complicados

Um dos pontos mais complicados no trânsito de Campinas é a Avenida John Boyd Dunlop. Os motoristas que transitam diariamente por ali precisam ter muita paciência, principalmente nas primeiras horas do dia e nos fins de tarde. O ponto, que é alvo de muitas reclamações, é uma das prioridades de ação da Emdec para os próximos meses. Segundo o secretário, a mudança será feita no trecho que passa sob a Rodovia Anhanguera, o ponto mais crítico da avenida. “Embaixo do viaduto a via sofre um estrangulamento o que acaba ocasionando o congestionamento. Será feita uma abertura para ficar com duas faixas e o trânsito conseguir fluir”, explicou Barreiro. Os dados da Emdec mostram que juntando os dois sentidos da via, 59.441 veículos passam pela avenida diariamente.

Balão do Bela Vista: trânsito travado em duas avenidas

O Balão Bela Vista, nas proximidades da Lagoa do Taquaral, é cortado pelas Avenidas Júlio Prestes e Nossa Senhora de Fátima. Nos horários de pico, especialmente nos horários de entradas das faculdades, é um caos passar por ali. Por dia, são quase 51 mil veículos. Durante o período letivo, é caminho dos ônibus fretados que vêm de cidades como Paulínia, Jaguariúna, Mogi Mirim, até a região da Unip Swift.

A previsão da Emdec é que, no local, será feita uma reconfiguração geométrica, com alteração no canteiro central para a criação de uma faixa adicional, mudanças nos pontos de ônibus e semáforos.

Acesso a Barão Geraldo também deve receber obras

Outro ponto que é tratado como prioridade é a Rua Albino José Barbosa de Oliveira, que registra congestionamentos diários. A principal avenida do distrito também passará por uma mudança geométrica. Todo o entorno da avenida deve passar por pequenas mudanças. “É preciso melhorar o trecho porque para muitos é a única opção”, diz Barreiro. Nesse trecho circulam, aproximadamente, 51.521 veículos, somando os dois sentidos por dia.



Obras foram feitas entre 2015 e 2016

A Emdec implementou pequenas alterações em 10 pontos distintos da cidade. Essas mudanças, afirma o secretário de Transportes, aumentaram em 40% a fluidez no trânsito e reduziram em 20% o número de acidentes fatais no trânsito. O balanço oficial referente ao ano passado ainda não foi divulgado pela Emdec, mas o secretário afirma uma estimativa preliminar indica uma escala descendente desde 2014. Em 2014 foram registrados 103 acidentes, no ano seguinte foram registrados 88 e os números preliminares do ano passado em relação ao ano de 2015 indicam 20% a menos de acidentes fatais na cidade. “Com as mudanças nós tivemos uma melhora em pontos com índices de acidentes e também no próprio entorno das vias”, afirmou.

Problemas “solucionados” nesse período

AVENIDA BARÃO DE ITAPURA (PERTO DA ANTIGA RODOVIÁRIA) (MAIO/2016)
Trecho anterior às ruas Salustiano Penteado e Barão de Parnaíba, na Vila Itapura, ganhou mais uma faixa de rolamento com o estreitamento do canteiro central.

Este é um trecho onde o estreitamento da então antiga terceira faixa criava um congestionamento que afetava até mesmo a entrada de ônibus da Rodoviária, e, por consequência, as avenidas Dr. David Vicente e Lix da Cunha.

AVENIDA CARLOS GRIMALDI (ABRIL/2016)
Trecho entre as vias Dr. João Quirino do Nascimento e Dr. José Bonifácio Coutinho Nogueira recebeu recape e nova sinalização viária; novos semáforos nos cruzamentos da Carlos Grimaldi com Antônio Maurício Ladeira; e Carlos Grimaldi com Circolo Italiani Unit e foi aberta uma baia na altura da Rua Carlos Serra do Amaral para acomodar veículos que irão realizar conversão à esquerda. A Rua Carolina Zanini, no trecho entre a Avenida Carlos Grimaldi e a Rua Antônio Pavin, ganhou sentido único de circulação

VIADUTO DA AVENIDA DR. ALBERTO SARMENTO (MAIO/2016)
O canteiro central da Av. Dr. Alberto Sarmento, com a Rua Major Luciano Teixeira, teve o caneiro estreitado para abrir uma terceira faixa de rolamento.

Parte do problema ali foi solucionado.

AVENIDA BARÃO DE ITAPURA COM AV. BRASIL (MARÇO/2016)
Estruturação de um novo percurso dentro do bairro e os motoristas com destino Taquaral ou Barão Geraldo já podem usar as ruas Barata Ribeiro e Barão de Atibaia por meio de um atalho; foram instalados dois novos semáforos na Barata Ribeiro, nos cruzamentos com as ruas Tiradentes e Barão de Atibaia

PONTE DA OROSIMBO MAIA COM MARIA MONTEIRO (DEZEMBRO/2015)
Construção de uma ponte sobre o Córrego do Serafim, sinalização viária horizontal, vertical, semafórica e acessibilidade, além de novas placas de orientação indicando os destinos desejados.

JARDIM MADALENA (OUTUBRO/2015)
Implantação de novos semáforos no entroncamento da Avenida Engenheiro Francisco Bento Homem de Melo, Avenida Dr. José Bonifácio Coutinho Nogueira e Rua Dr. Antônio Duarte da Conceição; o encontro das vias recebeu reconfiguração geométrica; nova sinalização e mudança de sentido de circulação em um trecho da Rua Dr. Antônio Duarte da Conceição

AVENIDA NORTE-SUL (JULHO/2015)
Criação de uma alça de acesso ao bairro Cambuí na avenida, sentido Taquaral, na altura da Rua Sampainho; implantação de semáforo na Rua Sampainho

AVENIDA DAS AMOREIRAS (FEVEREIRO/2015)
Reformulação do cruzamento com a Avenida Dom Joaquim Mamede da Silva Leite, no Jardim do Lago; abertura de uma nova faixa com o deslocamento para a esquerda da ilha que divide os fluxos sentido Centro e bairro