Como cuidar dos pés no verão?

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 12 de dezembro de 2017 às 17:48

Esta época do ano exige cuidados diários especiais com os pés, inclusive na hora de comprar o sapato e de escolher qual usar.

As hidratações devem ser ainda frequentes.

A boa notícia é que alguns minutos por dia já garantem um pé mais bonito e saudável.








“No calor, as pessoas usam mais sandálias, chinelos e rasteirinhas. O pé fica mais exposto e propensos a rachaduras, fungos e bactérias. Então é importante tomar alguns cuidados, que são simples, mas muito eficientes, explica a podóloga Lucinéia Saito, da Clínica Spés Podologia, de Campinas.

“Saber comprar o calçado é fundamental. O ideal é que a pessoa compre no fim do dia porque está com o pé mais inchado, então não corre o risco de ele ficar apertado depois”, orienta.

“Também é importante que a numeração seja a correta, que não “sobre” o calcanhar para fora. Outra dica é se certificar que as tiras estão confortáveis. Se estiverem soltas ou apertadas, vão machucar”, comenta Lucinéia.

De acordo com ela, também é muito importante que a pessoa reveze os calçados, seja no mesmo dia ou de um dia para o outro.

“É preciso intercalar o tipo de calçado para mudar os pontos de pressão no pé. Se hoje está de rasteirinha, amanhã deve colocar um saltinho, por exemplo”, orienta a podóloga.

Além dos cuidados na hora de escolher os sapatos e sandálias, também é necessário hidratar e esfoliar os pés.

“O ideal é fazer uma boa hidratação toda noite, antes de dormir, com cremes específicos para os pés. Não adianta usar um hidratante corporal. A esfoliação deve ser feita de duas a três vezes por semana. E nós também orientamos a fazer escalda-pés sempre que os pés estiverem inchados e cansados”, comenta Janete Azevedo, que também é podóloga na Spés.

“Se a pessoa já estiver com os pés rachados e ressecados, o ideal é fazer uma sessão de podologia, com hidratação. Nós desbastamos a pele grossa e fazemos uma hidratação com parafina e o aparelho de ozônio. O resultado é mais rápido e a hidratação fica por mais tempo”, explica Janete. “Jamais, deve passar lixa no pé para minimizar as rachaduras. Isso só vai piorar o quadro”, alerta.

Saiba mais dicas

  • evitar tomar banho em vestiários com os pés diretamente no chão
  • usar spray antisséptico nos pés para reduzir a transpiração. Deve ser aplicado toda manhã
  • manter as unhas cortadas corretamente (reta, nem muito curta e nem comprida)
  • não caminhar descalço na praia. A areia quente pode queimar os pés e, além disso, há maior risco para pegar fungos e bactérias. A recomendação é usar tênis ou aquelas sapatilhas tipo Ufrog, que são anatômicas e secam rapidamente
  • se ficar muito tempo com chinelos de dedos, é importante fazer um alongamento nos pés. Como eles escorregam com a transpiração, a pessoa fica com os dedos em formato de garra para segurá-los nos pés. O spray antisséptico ajuda a reduzir essa transpiração
  • não usar meias de seda e meias sintéticas porque elas fazem com que os pés transpirem mais e não absorvem essa transpiração