Como lidar com o Horário de Verão?

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 11 de outubro de 2017 às 17:52

O Horário de Verão começa na madrugada deste sábado para domingo.

Com a mudança na rotina, vale refletir sobre como minimizar os impactos no organismo das pessoas.

Por mais que pareça simples, acordar com o céu ainda escuro ou ver a noite chegar mais tarde acabam gerando mudanças no corpo até que ele se adapte.




“O sono é essencial para o bom funcionamento do organismo no dia a dia, sendo responsável pela produção de enzimas, proteínas e hormônios. Nesse sentido, o horário de verão pode trazer alguns prejuízos, pois, ao adiantar o relógio em uma hora, passamos mais tempo expostos à luz e produzimos menos melatonina, hormônio que regula o nosso sono, por exemplo. As mudanças podem deixar as pessoas mais cansadas, menos concentradas e com mais sono”, afirma a neurologista da Unimed-BH, Rosamaria Peixoto Guimarães.

Para assegurar a qualidade do sono e minimizar os impactos da mudança, alguns cuidados são fundamentais. A especialista dá algumas dicas:

  • Adiantar gradativamente o relógio nos dias que antecedem o início do Horário de Verão, para que a adaptação não seja muito abrupta
  • Não alterar o horário de prática de atividade física para mais tarde, próximo à hora de dormir.
  • Evitar o excesso de bebidas alcoólicas no período da noite, já que os happy hours se tornam mais constantes com os dias mais longos
  • Evitar o uso de TV, eletrônicos e celulares ao deitar
  • Organizar os horários para todas as suas atividades e tentar respeitá-los

“É importante ajustar o relógio individual ao horário externo. Normalmente, o organismo demora duas semanas para se acostumar com a mudança, e a adaptação gradativa é uma boa dica tanto para o início do Horário de Verão, quanto para o fim”, explica Rosamaria.




Cuidado com a pele também!

A chegada do horário de verão anuncia dias mais longos e um começo de noite ensolarado e com céu claro. Neste período, muitas pessoas intensificam as atividades ao ar livre.

Portanto, é imprescindível redobrar os cuidados com a pele do rosto, pois maiores períodos de exposição solar aumentam as chances do ressecamento da pele e também o aparecimento de manchas.

De acordo com Thaís Carvalho, fisioterapeuta dermato-funcional da ONODERA Estética, além de utilizar protetor solar fator 30, durante o horário de verão é importante hidratar o rosto com mais frequência.

“Como a pele facial é diferente da do corpo, pois a concentração de glândulas sebáceas é maior, a hidratação vai depender se a pele é seca, mista ou oleosa. Cremes hidrantes mais oleosos e ricos em vitaminas A, C e E são destinados para peles secas. Já nas mistas, a recomendação são cremes sem óleos minerais em sua composição. No caso das oleosas, é necessário utilizar fórmulas em gel, gel-creme ou emulsão oil-free”, explica.

Para aproveitar os dias mais claros sem comprometer a cútis, Thaís separou algumas recomendações.

  • ATENTE-SE AO HORÁRIO
    Durante todo o ano, a exposição solar deve ficar restrita entre 10h e 16h, horário em que os raios UVB estão mais intensos. No horário de verão, portanto, esse período ocorre entre 11h e 17h.
  • USE PROTETOR SOLAR
    Os raios solares são alguns dos principais causadores de manchas na pele do rosto. Vale ressaltar que o produto deve ser específico para o rosto, com fator FPS no mínimo 30, e reaplicação de duas em duas horas. Em casos de contato com a água, suor, piscina ou mar, a reaplicação deve ser feita em seguida.
  • ALIMENTE-SE CORRETAMENTE
    Evite ingerir alimentos gordurosos, industrializados, repletos de sódio e de açúcar. Além de aumentarem a oleosidade da pele, eles deixam seu corpo mais inchado, dificultando a eliminação de toxinas do organismo e piorando o equilíbrio do intestino, o que pode resultar no surgimento de acnes e de espinhas. Prefira sempre alimentos naturais, como sucos batidos na hora, frutas, saladas e legumes fresquinhos, carnes brancas e produtos integrais.
  • REDOBRE A HIDRATAÇÃO
    Assim como nosso organismo, nossa pele também precisa de muita hidratação, que deve ser feita de duas maneiras: a primeira é de dentro para fora. Por isso, beba bastante água. Além de ajudar a amenizar peles oleosas, garante a eliminação de toxinas que podem causar inflamações na derme. A segunda é a hidratação tópica. Procure o hidratante ideal para o seu tipo de pele e aplique duas vezes ao dia. É muito importante que uma delas seja logo após o banho, quando os poros estão abertos e irão absorver muito mais os componentes necessários de nutrição.