Conselho de Farmácia encontra irregularidades em Campinas

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 25 de outubro de 2017 às 11:46

Com informações do Correio Popular

O Conselho Regional de Farmácia de São Paulo constatou uma série de irregularidades nas farmácias públicas de Campinas, em inspeções feitas entre os dias 5 a 13 de julho de 2017.

Os problemas vão desde a falta de assistência farmacêutica, conforme determinação legal, até dispensação inadequada de medicamentos controlados e armazenamento de remédios vencidos junto com produtos dentro do prazo sem a devida separação.





Foto: Leandro Ferreira / AAN




Campinas tem 85 farmácias.

As inspeções nas farmácias das unidades de saúde da Prefeitura de Campinas foram feitas por fiscais do Conselho.

A primeira irregularidade apontada pelo órgão foi a falta de assistência farmacêutica, que é uma determinação prevista em Lei.

A portaria do Ministério da Saúde considera entre as medicações controladas substâncias entorpecentes, psicotrópicas, anorexígenas, entre outras.

Tanto a dispensação como o armazenamento adequado desses medicamentos são atribuição privativa do profissional farmacêutico.

A inspeção também detectou o preenchimento inadequado de receituários de controle especial, com a falta de dados obrigatórios que garantam a rastreabilidade; o fracionamento de medicamentos – cartelas de comprimidos são cortadas com tesoura levando à descaracterização do medicamento e perdas de qualidades como lote, validade, fabricante, e de outros mecanismos que garantam a rastreabilidade – ferindo inclusive o Código Penal.

Ao todo, foram 53 autos de infração, já que as irregularidades colocam em risco a saúde da população.

A Secretaria de Saúde informou que não foi notificada e não se manifestou sobre as denúncias.