Escolas municipais de Sumaré se tornam em pontos para descarte de materiais recicláveis

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 27 de outubro de 2017 às 14:44

Uma parceria inédita entre a Prefeitura de Sumaré e o Rotary Club de Sumaré-Ação transformou as escolas municipais da cidade em pontos de coleta de pilhas, baterias e lacres de latinhas.

A iniciativa visa proteger o meio ambiente e, consequentemente a saúde pública, por meio do descarte correto das pilhas e baterias.

Além disso, os lacres arrecadados serão trocados por cadeiras de rodas, que posteriormente devem estar disponíveis à comunidade.








As unidades escolares já receberam os coletores, além do Paço Municipal, Centro Administrativo de Nova Veneza e Câmara de Vereadores.

Todos estão padronizados com a logomarca do Rotary Clube de Sumaré-Ação e da Prefeitura.

Qualquer morador pode procurar o local mais próximo de residência e realizar o descarte correto dos materiais.

“Todo ano rotário, que vai de julho de um ano a junho do ano seguinte, os Rotarys de todo o mundo realizam projetos em prol das comunidades. Este ano, no Brasil, entre outros projetos ambientais, estamos realizando a coleta destes materiais, promovendo a conscientização sobre a preservação do meio ambiente. A recolha prosseguirá até abril de 2018 e as pilhas e baterias serão destinadas a uma empresa credenciada, que fará o descarte correto. Já com relação aos lacres, a cada 80 quilos de alumínio, conseguimos trocar por uma cadeira de rodas. Para chegar a este peso, são cerca de 127 garrafas pet de 2 litros cheias de lacres. Convidamos toda a população a participar deste projeto ambiental e solidário”, explicou a diretora de projetos humanitários do Rotary Club Sumaré-Ação, Elisangela Ferreira.

Na Prefeitura, a ação integra as secretarias municipais de Serviços Públicos, Meio Ambiente e Educação.

Dentro das escolas, os professores estão encarregados de trabalhar com a conscientização e mobilização dos alunos, para que eles divulguem aos familiares sobre os pontos de coleta.




Em breve, os pontos de coleta serão ampliados para outros prédios públicos.

Além disso, comerciantes ou outros interessados em receber os coletores e participar do projeto, podem procurar o Rotary Sumaré-Ação.

O telefone é (19) 98348-7925.

A devolução dos coletores cheios deverá ocorrer até abril de 2018 ao clube de serviços, que providenciará a destinação adequada do material.

As pilhas e baterias, quando descartadas de forma incorreta, contaminam o solo, os cursos d’água e os lençóis freáticos, afetando a fauna, a flora e até mesmo a saúde do homem, por meio da cadeia alimentar.

Elas possuem substâncias tóxicas como o mercúrio, cádmio e chumbo, que podem afetar o sistema nervoso central, fígado e rins.

A Resolução nº 257/1999 do Conselho Nacional do Meio Ambiente proíbe o lançamento de pilhas e baterias usadas a céu aberto ou em terrenos baldios, córregos, rios, praias, poços, áreas sujeitas a inundação, entre outros; e a queima destes materiais a céu aberto ou em recipientes/equipamentos não destinados para este fim.