Febre amarela: cidades da região começam vacinação em massa

Com informações da CBN Campinas, VTV/SBT, G1 Campinas e Correio Popular

Aos poucos os municípios da região de Campinas começam a anunciar campanhas de vacinação em massa da população contra a febre amarela. As decisões foram tomadas após reuniões com a Secretaria Estadual de Saúde, que aconteceu nesta terça-feira em Campinas. Por isso, o ODC resume aqui as medidas que as cidades estão tomando.

VEJA MAIS: Saiba tudo sobre a doença que tem apavorado a nossa região.

Americana

A Secretaria de Saúde confirmou a morte do paciente Ricardo Luiz Silveira, de 47 anos, internado no hospital municipal com suspeita de ao menos cinco doenças, entre elas: febre amarela, febre maculosa, dengue, leptospirose e hepatite. Em nota, a Secretaria informou que, segundo o atestado médico, a morte foi decorrente de choque refratário, febre hemorrágica, insuficiência renal aguda e insuficiência hepática aguda. O morador do bairro Frezzarin havia sido internado no dia 2 de abril. Silveira era, segundo a administração, representante comercial e circulava por regiões consideradas de risco de contaminação da doença. Caso a febre amarela seja confirmada, o caso será considerado como silvestre e importado. Exames do paciente foram coletados e enviados para o Instituto Adolfo Lutz, mas os resultados ainda não foram concluídos.

Paulínia

Na cidade a campanha começa neste sábado, na região de Betel e dos bairros próximos à divisa com Campinas.

Veja reportagem da VTV/SBT sobre o caso

Monte Mor

A Prefeitura de Monte Mor vai ampliar a vacinação contra a febre amarela a partir da próxima semana. O município foi denominado pelo Ministério da Saúde como “Área Ampliada” em razão da cidade ser limítrofe com Campinas, área em que há casos confirmados da doença. A intensificação da vacinação será iniciada na próxima terça-feira (18), na área rural de Monte Mor, após o recebimento de doses extras da vacina para ampliar a imunização no município. A Administração iniciou um levantamento da população estimada desta área e informará a população sobre os postos volantes com faixas e carro de som em cada setor de vacinação. A Prefeitura ainda aguarda as informações referentes ao aumento de doses liberadas pelo Ministério da Saúde.



Vinhedo

Depois de confirmar que investiga um caso suspeito de febre amarela, a Prefeitura de Vinhedo afirma que fará vacinação em toda a zona rural do município. De acordo com a Secretaria de Saúde, a imunização vai acontecer nos dias 21, 22 e 23 de abril e pode ser prorrogada. Atualmente, a cidade está com baixo estoque de doses. A vacinação acontecerá casa a casa, sem postos fixos, nos bairros Caixa d’Água, Monte Alegre, Santa Cândida e Moinho, todos na zona rural, onde moram 2,2 mil moradores, segundo a administração municipal. Atualmente, a imunização na cidade é feita UBS da Vila Planalto, só para pessoas que vão viajar para áreas de risco. Nesta quarta-feira, o município recebeu 160 doses, que acabaram em duas horas. Pelo menos 3,8 mil moradores já foram vacinados contra febre amarela em Vinhedo. A Secretaria de Saúde de Vinhedo investiga a suspeita que um morador da zona rural possa ter sido contaminado pela febre amarela neste mês de abril. Um segundo caso, do mês de março, foi descartado na quarta-feira, após resultado de exame.

Hortolândia

Para a vacinação, a Secretaria de Saúde fará atendimento por bairros, sendo que os locais de chácaras serão priorizados, uma vez que o mosquito que transmite a doença, o Haemagogus e o Sabethes, habita locais afastados de áreas urbanas. Os primeiros bairros a receberem as doses extras serão os localizados na região da Taquara Branca. “Nestes locais, a vacinação será realizada na própria unidade de saúde”, afirmou o diretor de Saúde Coletiva. A previsão é que a vacina esteja disponível até o final deste mês para esta região. Moradores das demais regiões da cidade também serão atendidos com a vacina gratuita, que será disponibilizada nas unidades de saúde, gradativamente. A meta estabelecida pela GVE é que toda a população esteja vacinada até o final do ano.

Vacina de Febre Amarela, disponível das 8h às 12h, nos seguintes dias e locais:

  • 2ª feira – UBS Rosolén
  • 3ª feira – UBS Novo Ângulo
  • 4ª feira – UBS Sta. Clara
  • 5ª feira – UBS N. Hortolandia
  • 6ª feira – UBS Amanda

Amparo

A Prefeitura de Amparo confirmou mais dois casos de febre amarela na cidade. A confirmação foi divulgada na manhã desta quarta-feira. De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, os pacientes chegaram a ser internados, mas já receberam alta. Ambos vivem na área urbana de Amparo, mas a secretaria não sabe informar se eles estiveram na área rural da cidade, onde foram encontrados seis macacos mortos infectados com a doença. Neste ano uma pessoa morreu em Amparo por conta da febre amarela. O município realiza a vacinação contra a doença em todos os postos de saúde da cidade, e a vacinação está disponível a todos, sem haver necessidade de agendamento.

Indaiatuba

A prefeitura de Indaiatuba iniciou a vacinação contra a febre amarela casa a casa nas áreas rurais do município. A cidade chegou a investigar dois casos de macacos encontrados mortos, mas os testes deram negativos para doença. Apesar disso, a proximidade com locais em que já há confirmações faz a medida ser tomada, como explica a Secretária Adjunta de Saúde, Graziela Drigo Bossolan Garcia. Cinco mil moradores devem ser imunizados. Para as outras áreas de Indaiatuba, a vacinação ocorre através de agendamento que deve ser feito pessoalmente nas unidades de saúde Hospital Dia e da Morada do Sol, onde a vacina é aplicada. A secretária adjunta reforça que a imunização é voltada para quem realmente precisa. Desde janeiro, 2540 pessoas foram vacinadas.