Fraude no INSS em Campinas e ABC pode chegar a R$ 5 milhões

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 18 de outubro de 2017 às 18:44

Com informações de ACidade ON Campinas
A força tarefa Previdenciária de Campinas, junto com a Polícia Federal, desarticulou nesta quarta-feira uma associação criminosa especializada em fraudar benefícios previdenciários e de seguro desemprego.

Foram dois mandados de busca e apreensão, um de prisão preventiva e um de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para depoimento.

Os alvos são de Diadema e foram levados para a cidade, mas teriam cometido os crimes na região de Campinas.








Segundo estimativa da Previdência Social, o prejuízo causado foi de $ 4,7 milhões.

A investigação, que começou em 2014, mostrou que a associação criminosa fraudou benefícios de pensão por morte, auxílio doença e aposentadoria por invalidez, além de obterem parcelas de seguro desemprego.

Para isso, eles falsificavam documentos, transmitiam informações ideologicamente falsas de vínculos empregatícios feito por meio de Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP).

Os principais crimes investigados nessa operação são estelionato contra a Previdência Social e o Ministério do Trabalho – MTb, associação criminosa, falsificação de documento e uso de documento falso.

Além do prejuízo estimado inicial, os números podem ser maiores, pois a investigação continua com a análise dos dados coletados, quando se poderá saber exatamente o montante desviado.

A operação recebeu o nome de “Emprego Espelho” em referência à comercialização de cédulas de identidades, utilizadas para clonar dados de terceiros.