Licitação para os pontos de ônibus fracassa e Emdec tenta recolher os cacos

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 6 de maio de 2017 às 09:00

Com informações da CBN Campinas

Foto: CBN Campinas

Depois que nenhuma empresa apresentou proposta para administrar e explorar a publicidade nos pontos de ônibus de Campinas, a prefeitura apresentou uma nova licitação, reduzindo em 55% o número de locais de parada que serão cedidos à iniciativa privada. Dos 1,8 mil pontos que existem na cidade e que estavam dentro do projeto inicial, apenas 800 deles, localizados a partir da região central, vão entrar na nova licitação. O restante deles, continuará sendo administrado pelo poder público municipal.

A exclusão dos pontos mais afastados e de menor circulação foi necessária para tornar o projeto mais atrativo para as empresas, que, assim como o município, passam por dificuldades diante da crise econômica do país.

RELEMBRE: primeira tentativa de licitação não deu em nada

De acordo com o Secretário de Transportes de Campinas e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro, o município não terá dificuldade em manter os pontos que ficaram de fora do projeto. Segundo ele, depois que uma empresa vencer a licitação, os gastos da prefeitura serão reduzidos.

Pela proposta da Prefeitura, a empresa que vencer a concorrência será responsável pela implantação e manutenção do mobiliário urbano nos pontos de parada de ônibus, tendo exclusividade na exploração publicitária. Os abrigos serão cobertos com bancos de assentos individuais e para pessoas obesas.

Haverá também espaço para cadeirantes. O piso será em concreto, com sinalização demarcando o local de embarque. Os pontos serão iluminados com lâmpadas de LED e terão tomadas para carga de celular. Os usuários contarão ainda com informações digitalizadas sobre itinerários e horários, da mesma forma dos dados fornecidos pelo aplicativo Cittamobi.