Linha dos Bondes

Foto retirada do site Campinas Virtual (www.campinasvirtual.com.br)

A cidade de Campinas chegou a ter treze linhas de bonde, com dois carros cada uma. Com a chegada dos ônibus, algumas das linhas foram transferidas para a CCTC, inclusive o prefixo. Esse sistema foi usado até 1979. O último bonde circulou na cidade na noite do dia 24 de maio de 1968, na linha da Fazenda das Cabras, num processo de extinção que começou em 1964.

Linha n.º 1 • Vila Industrial

Ponto Inicial: Av. Francisco Glicério, em frente aos Correios e Telégrafos, Rua Conceição, Barão de Jaguara, Av. Dr. Moraes Sales, Viaduto Paulista, Av. João Jorge, ruas Sales de Oliveira, Pereira Lima, Jóquei Clube, Dr. Mascarenhas, Av. Andrade Neves, Rua 13 de Maio e voltava à Glicério.

Linha n.º 2 • Vila Industrial

Ponto Inicial: Largo da Catedral, Av. Francisco Glicério, Rua General Osório, Av. Andrade Neves, Ruas Dr. Mascarenhas, Pereira Lima, Sales de Oliveira, Av. João Jorge, Viaduto da Paulista, Rua Moraes Sales, Av. Francisco Glicério e retornada à Catedral.

Linha n.º 3 • Guanabara

Ponto Inicial: Largo da Catedral, Av. Francisco Glicério, Ruas General Osório, José Paulino, Barão Geraldo de Rezende, Av. Barão de Itapura, até o Liceu N.S. Auxiliadora, de lá voltava pelo mesmo caminho até a Rua José Paulino, entrando pela Rua 13 de Maio e voltava à Catedral.

Linha n.º 4 • Taquaral

Ponto Inicial: Praça Bento Quirino, seguia até às Ruas Sacramento, Marechal Deodoro, Dr. Quirino, Major Solon, Paula Bueno e chegava até a Amador Bueno, de onde voltava pelo mesmo caminho.

Foto retirada do site Campinas de Antigamente

Linha n.º 5 • Estação

Linha Circular com ponto inicial no Largo da Catedral, Av. Francisco Glicério, Rua General Osório, Av. Andrade Neves, Praça Floriano Peixoto (Largo da Estação), descia pela Rua 13 de Maio e voltava à Catedral.

Linha n.º 6 • Cambuí

Ponto Inicial: Rua Dr. Quirino, descia pela Rua Thomas Alves, Av. Anchieta, Rua General Osório, Av. Júlio Mesquita, Ruas Olavo Bilac, Santos Dumont, Cel. Quirino, Conceição, Av. Júlio Mesquita, Ruas General Osório e voltava à Dr. Quirino.

Linha n.º 7 • Cambuí

Linha Circular com ponto inicial na Rua Dr. Quirino, descia pela Rua Thomaz Alves, Av. Anchieta e Rua General Osório, de onde prosseguia pelo mesmo caminho da Linha Nº 6.

Linha n.º 8 • Bonfim

Ponto Inicial: Praça José Bonifácio, Av. Francisco Glicério, Rua General Osório, Av. Andrade Neves, Rua Dr. Mascarenhas, Av. Governador Pedro de Toledo, Praça Izidoro Dias Lopes (Ponto Final). Retornava pela Rua Erasmo Braga e seguia até a Av. Andrade Neves, passava pelo Largo da Estação, descendo a Rua Treze de Maio até à Praça José Bonifácio.

Linha n.º 9 • Botafogo

Ponto Inicial: Praça José Bonifácio, Av. Francisco Glicério, Ruas Gal. Osório, Saldanha Marinho, Hércules Florence, Culto à Ciência, Barão de Itapura, Av. Andrade Neves, Largo da Estação, Rua 13 de Maio, e voltava à Praça José Bonifácio.

Curiosidade: Segundo relatos, era o mais alegre por transportar grande número de adolescentes que se dirigiam ao tradicional Colégio Culto à Ciência, isto dava muito trabalho ao seu cobrador, pois tantos os meninos quanto as meninas que além da gritaria e do gargalhar, sempre contrariavam as normas estabelecidas e se amontoavam pelos estribos do bonde a fim de demonstrar valentia e descumprimento às leis.



Linha n.º 10 • Castelo

Ponto Inicial: Praça Bento Quirino, Ruas Sacramento, Marechal Deodoro, Dr. Quirino, Av. Dona Libânia, Av. Orosimbo Maia, Av. Brasil, ruas Joana de Gusmão, Barros Monteiro, Pereira Tangerino e Oliveira Cardoso, com ponto final próximo à Torre do Castelo. Dali, voltava pelo mesmo trajeto.

Linha n.º 11 • Avenida Saudade – Ponte Preta – Fundão

Ponto Inicial: Av. Francisco Glicério, em frente aos Correios e Telégrafos, Ruas Conceição, Barão de Jaguara, Abolição, Álvaro Ribeiro, Av. Saudade, Cemitério da Saudade, onde era o ponto final e de onde voltava pelo mesmo itinerário até o cruzamento das ruas Barão de Jaguara e Moraes Sales, seguindo por ela até a Av. Francisco Glicério, voltando ao ponto inicial.

Linha n.º 12 • Bosque

Ponto Inicial: Av. Francisco Glicério, em frente aos Correios e Telégrafos, Ruas Conceição, Barão de Jaguara, Av. Dr. Moraes Sales, Antônio Cesarino, Duque de Caxias, Padre Vieira, Rua Proença, onde era o ponto final da linha e voltava pelo mesmo itinerário até a Av. Dr. Moraes Sales, quando entrava pela Av. Francisco Glicério até o ponto inicial.

Linha n.º 13 • Vila dos Alecrins / Praça Municípios de São Paulo ou Praça Municípios

Ponto Inicial: Rua Dr. Quirino com Rua Thomas Alves, Rua Major Solon, Av. Orozimbo Maia, Ruas dos Alecrins, Antônio Lapa, Capitão Francisco Paula, Querubim Uriel, até a Vila Estanislau, onde fazia o ponto final. A volta era pelo mesmo itinerário.

Linha n.º 14 • Boa Esperança

Esta foi a linha estabelecida pela CCTC para repor a antiga linha da CCTL&F. Praticamente era de percurso idêntico à linha original da CCTL&F. Seu ponto final era no bairro Boa Esperança, conhecido vulgarmente na época por “Fura Zóio”. Essa última parada ficava à poucos metros dos limites da fazenda Vila Brandina, por onde anteriormente os trilhos continuavam seu caminho em direção à Sousas.

Fonte: Campinas Virtual (www.campinasvirtual.com.br)