Motorista desmaia, atinge três carros, uma casa e mata um homem no Campo Belo

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 4 de março de 2017 às 20:33

Foto: Reprodução EPTV Campinas

O Ônibus de Campinas conversou com exclusividade com a dona da casa atingida pelo ônibus da linha 195 – Terminal Central / Vila Palmeiras hoje no começo da tarde. A residência fica no Jardim Campo Belo, e foi parcialmente destruída com o impacto de um carro atingido momentos antes pelo coletivo.

Ela mandou alguns vídeos que conseguiu gravar minutos após o acidente. O ônibus, prefixo 1964, seguia para o ponto final no bairro. Até que, por circunstâncias que ainda são apuradas, o motorista perdeu o controle e começou uma série de destruição.

Segundo Charla Caetano, o veículo começou a seguir desgovernado a aproximadamente 1km da residência. Arrastou um carro (o preto que aparece no vídeo acima), depois atingiu um tronco de árvore, improvisado pelos moradores como banco, que atingiu um homem que estava na calçada e um vizinho, que estava em uma moto. O homem acabou prensado e não resistiu aos ferimentos.

Na sequência, totalmente sem controle, o ônibus ainda colidiu contra dois carros de vizinhos parados na rua, e depois em cheio o muro da casa dela. “Com o impacto, um dos carros veio parar dentro da minha casa, e quase prensou meu marido, meu cunhado e eu”, disse.

Além da parede, o carro acabou atingido uma máquina de lavar roupas – comprada há menos de duas semanas, e outros itens. A família ainda não sabe como vai reconstruir a residência.

O vizinho está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital de Campinas. Ele sofreu um rompimento de uma veia no fígado, e um problema no rim (não divulgado ainda). O estado é considerado estável.



Um trauma enorme para todos

Charla sabe que a tragédia afeta mais a família do vizinho que a dela, já que sofreu apenas perdas materiais. Mas, na cabeça da dona de casa, um cenário de horror volta. “Estou mais traumatizada porque há 5 anos minha filha mais velha foi atropelada por um ônibus e não morreu por Deus. Até hoje tem várias sequelas e marcas no corpo. De repente vemos um ônibus entrando em nossa casa, foi horrível”, conta.

Ainda não há informações sobre o velório e enterro do homem.

Motorista teria desmaiado ao volante, e não foi agredido.

A imprensa disse que o motorista foi agredido por vizinhos, o que é negado por Charla. “Mentira. Conhecemos o motorista. Ele estava desmaiado. Meu marido e eu o socorremos e o levamos para nossa casa e cuidamos dele até o socorro chegar”, afirmou.

Passageiros do veículo também disseram à polícia que o motorista já tinha reclamado que não estava se sentindo bem quando a viagem começou, no Terminal Central. Mas, teria sido orientado a seguir viagem mesmo assim. O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Campinas (SetCamp) informou que abriu um procedimento interno para tentar apurar o que aconteceu.

O motorista foi levado ao Hospital Santa Tereza, mas não conseguimos confirmar o estado de saúde. As causas do acidente vão ser investigadas pela Polícia Civil. Um laudo médico, anexado ao documento feito pela perícia, deve apontar se o motorista realmente passou mal – e por qual motivo isso teria acontecido.

As imagens das câmeras de monitoramento do ônibus também podem ajudar a decifrar o que aconteceu minutos antes do coletivo perder o controle.

Foto: Reprodução EPTV Campinas

Foto: Reprodução EPTV Campinas

Foto: Reprodução EPTV Campinas