Mudanças no Terminal Central e Terminal Metropolitano

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 26 de novembro de 2017 às 11:50

A partir desta segunda-feira, 27/11, algumas linhas que circulam pelo Terminal Central e Terminal Metropolitano terão alterações.

No caso do Terminal Central, as mudanças envolvem três linhas municipais.








A mudança é a retirada da catraca de solo que estava em uma das plataformas do terminal, utilizada, em outras épocas, para as linhas expressas e semiexpressas, como uma forma de facilitar o embarque dos usuários.

Com a extinção da linha 119, a plataforma ficou sendo utilizada apenas pelas linhas 130 – Terminal Vida Nova / Terminal Central via Terminal Ouro Verde (SEMIEXPRESSA), 140 – Terminal Vila União / Terminal Central via Jardim Yeda e 162 – Jardim Pauliceia / Terminal Central.

Assim, os cobradores que ficavam nessas catracas serão realocados para outras funções – ou sairão da empresa VB 1, que “administrava” esse ponto de cobrança.

O ODC apurou que a medida também pode ser estendida ao Terminal Vila União, ainda sem prazo para acontecer.

Se isso acontecer de fato, o Terminal deve perder a característica de ponto de integração física, com todas as linhas sendo pagas diretamente com o motorista – o que já acontece nos terminais Padre Anchieta e Itajaí, por exemplo.




Já no Terminal Metropolitano, a mudança envolve as linhas metropolitanas de Hortolândia e Sumaré, que terão novos pontos de parada.

O objetivo é reorganizar a operação do Terminal para a inclusão das linhas de Paulínia, Valinhos, Vinhedo, Indaiatuba, Jaguariúna e Pedreira, que devem começar a fazer ponto final dentro do espaço da Rodoviária em dezembro, segundo pedidos de vereadores das cidades à EMTU.

Hoje, essas linhas fazem ponto de parada na Rua Doutor Ricardo, onde também param alguns ônibus das linhas municipais.

Esses pontos são considerados inseguros pelos usuários.

Com as mudanças dentro do Terminal Metropolitano, a EMTU também reorganiza os pontos de partidas por cidades, e regiões próximas, como as linhas que vão para o Cooperlotes, que agora saem de um mesmo ponto.