Novas regras para transporte de cargas são divulgadas

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 20 de Fevereiro de 2017 às 08:18

Foto: EMDEC

Agora, quem precisa circular com cargas na nossa cidade não precisa mais ir até a sede da Emdec para pedir as autorizações. Agora, o cadastro do transportador, a solicitação de Autorização para Circulação de Cargas (ACC) e a de Autorização de Circulação de Morador (ACM) serão feitos remotamente, pela internet.

“Nós queremos facilitar o acesso dos usuários aos serviços prestados pela Emdec. Já temos uma experiência exitosa com a emissão das credencias de estacionamento para vagas especiais de idosos e pessoas com deficiência, que reduziu a necessidade de vinda do interessado até a empresa. Agora vamos ampliar as ações pela internet, facilitando a emissão da documentação para os transportadores de cargas”, afirma o secretário de Transportes e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro.

O cadastrado, a solicitação inicial e as renovações serão feitos pelo endereço eletrônico www.emdec.com.br, na seção “Transporte”, “Carga Autorização para Circulação”. Após a efetivação do cadastro, é gerado boleto para pagamento bancário. O valor é de 8,85 UFIC’s (Unidade Fiscal do Município de Campinas), aproximadamente R$ 30,00. Com a comprovação do pagamento, que também é online, o sistema libera, num tempo mínimo de 24h, a impressão da autorização.

A circulação é restrita em alguns trechos

Na área interna do Anel Rebouças não é permitida a circulação de veículos de cargas com comprimento superior a 6,30 metros. A medida vale de segunda a sexta-feira, das 6h até as 20h; e aos sábados, das 6h até as 14h.

O Anel Rebouças é formado pelas vias Doutor Abelardo Pompeu do Amaral, Doutor Pedro Salomão José Kassab, Prefeito José Roberto Magalhães Teixeira, Plínio Pereira Neves, Doutor Ângelo Simões, Monte Castelo, Ayrton Senna da Silva, Princesa d’Oeste, José de Souza Campos (Via Norte-Sul), Júlio Prestes, Dona Luísa de Gusmão, acesso à Avenida Doutor Heitor Penteado, Doutor Heitor Penteado, Padre Almeida Garret, Doutor Theodureto de Almeida Camargo, Luís Smânio, Andrade Neves, Doutor Alberto Sarmento, Joaquim Vilac e Barão de Monte Alegre.

Também há regras definidas para a circulação de caminhões com comprimento acima de 14 metros. Eles não podem circular na área interna do Anel de Contorno Rodoviário de Campinas. A proibição vale de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h e das 16h às 20h. Também aos sábados, das 9h às 14h. O Anel Rodoviário é formado pelas rodovias Dom Pedro I, Anhanguera e José Roberto Magalhães Teixeira.

Os veículos acima de 14 metros também não podem circular no Distrito de Nova Aparecida, todos os dias da semana. O Distrito de Nova Aparecida compreende a área interna do polígono formado pelas vias Batista Raffi, Rodovia Anhanguera, Rodovia Adalberto Panzan, Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença, vias limites aos municípios de Hortolândia e Sumaré, terminando, novamente, na Rua Batista Raffi.

De olho na multa

O não cumprimento das proibições de circulação é considerado infração de trânsito, definida pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) no artigo 187 – transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação estabelecida pela autoridade competente. A infração é média, com quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 130,16.