Onda de assaltos preocupa quem vai no Hospital de Clínicas da Unicamp

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 18 de maio de 2017 às 09:04

Com informações da CBN Campinas

Foto: Valéria Hein / CBN Campinas

Uma sequência de ocorrências de furtos, roubos e sequestros-relâmpago tem colocado em alerta usuários do setor de saúde da Unicamp, como o Hospital de Clínicas e o Centro de Atenção Integrada à Saúde da Mulher (Caism).

Nos últimos 30 dias, foram três sequestros, um furto de veículo e de diversas bicicletas no Campus, além de episódios de vandalismo e de furtos de objetos em veículos.

Por causa das ocorrências, o Caism solicitou à Segurança do Campus que intensifique a presença de vigilantes nas ruas e estacionamentos próximos, especialmente na área das cantinas (em frente ao Hospital) e nos estacionamentos entre as ruas Vital Brasil e Albert Sabin.

MAS O PROBLEMA NÃO É SÓ NA UNICAMP NÃO: moradores do Chapadão encontram carros sem pneus

A assessoria de Imprensa da Unicamp citou entre as medidas de segurança o Programa Campus Tranquilo, que inclui, por exemplo, o aplicativo Botão de Pânico, que permite a comunicação direta e rápida por celular com a equipe de vigilância interna.

A Unicamp concluiu, em julho de 2015, um programa de aperfeiçoamento da iluminação com investimento de quase R$ 2 milhões, com substituição de 3.300 pontos de iluminação.

Outras medidas citadas são o esquema de escolta dentro do campus para acompanhar as pessoas aos seus carros no estacionamento, quando solicitado, e o convênio com a Prefeitura de Campinas para a operação no campus do Sistema de Monitoramento por Câmeras da Cimcamp.