PAI-Serviço muda regras em Campinas

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 25 de outubro de 2017 às 07:09

Com informações do G1 Campinas
Depois da reclamação de usuários de dificuldades para utilizar o Programa de Acessibilidade Inclusiva (PAI), transporte adaptado gratuito para pessoas com mobilidade reduzida em Campinas, a Emdec publicou uma resolução em que impõe novas regras para o serviço.

A sobrecarga do sistema é apontado como o problema que motivou a criação das novas regras que impõem restrições do número de viagens, lista de prioridades para o atendimento e recadastramento bianual.








Agora, os usuários poderão solicitar apenas dois atendimentos diários, e eles seguirão as seguintes prioridades:

  • Casos de saúde
  • Rede socioassistencial
  • Educação
  • Atividades diversas (igreja, esporte, lazer, visita a familiares)
  • Trabalho

O sistema conta com 4 mil pessoas cadastradas, mas apenas 1,5 mil são usuários regulares, e a demanda é superior ao limite do sistema.

O PAI-Serviço conta com 47 vans e dois ônibus, com capacidade para 500 a 700 atendimentos/dia.

A partir de agora, também será feito o recadastramento bianual, que serve como uma forma da Emdec filtrar verificar a necessidade dos usuários.




Outro item é sobre solicitações de urgência e emergência.

Os casos serão repassados para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

Com a nova resolução, o prazo de agendamento de 48 horas ficou mantido, mas o atendimento para marcação do transporte ocorrerá somente em dias úteis.

A Emdec determinou ainda que os cancelamentos terão que ser informados até o horário limite das 17 horas do dia anterior ao agendamento.

O decreto diz que o usuário é advertido na primeira infração.

Em seguida, suspensão por sete dias, na primeira reincidência, suspensão por 30 dias, na segunda reincidência, e suspensão de 90 dias, nas demais reincidências.

A Resolução da Emdec prevê que os usuários precisam estar prontos para embarcar 90 minutos antes do agendamento para chegada ao destino.

E o transporte será cancelado se o motorista ficar 10 minutos esperando no ponto de partida.

O atraso ainda será considerado uma infração.