Polícia Civil pede prisão de homem que matou outro em posto de combustíveis dos Amarais

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 10 de Janeiro de 2018 às 07:03

Com informações do G1 Campinas
A Polícia Civil de Campinas pediu a prisão preventiva de Paulo César dos Santos Alves, de 22 anos, suspeito de matar Wendell Douglas de Brito Antunes, de 30 anos, dentro de um posto de combustíveis nos Amarais, na segunda.

De acordo com o Setor de Homicídios e Proteção a Pessoa, o assassinato aconteceu por causa da dívida da compra de uma moto ocorrida há aproximadamente cinco meses.

O vídeo do circuito de segurança do posto registrou o crime.





Homem apontado pela Polícia Civil como o assassino do jovem




Pelo menos oito disparos atingiram a vítima.

Depoimentos de testemunhas levaram ao indiciamento de Alves, que é proprietário de um veículo Gol prata com as mesmas características da imagem.

Uma das pessoas ouvidas pela polícia contou que estava com Wendell na manhã do crime e já havia notado a perseguição de um Gol prata.

Apesar da informação de testemunhas de que Wendell e Paulo tinham essa relação comercial por conta da compra de uma moto, parentes da vítima desconhecem essa negociação.

Até agora Paulo César não foi localizado.

A namorada de Paulo César, que tem um filho com ele, contou à polícia que o suspeito disse que iria viajar, e deu R$ 1.000 para ela.

A Polícia Civil tenta identificar um segundo ocupante no veículo, já que há indícios que Alves estava acompanhado na hora do crime.