Polícia investiga morte de mulher no córrego do Florence

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 3 de novembro de 2017 às 14:50

Com informações do Correio Popular
A Polícia Civil de Campinas ainda busca por informações de um homicídio que aconteceu entre o domingo e a segunda-feira no Jardim Florence 2.

Uma dona de casa, de 25 anos, foi achada morta dentro de um riacho que passa no bairro.








Gracielle Mayara da Silva Sampaio era usuária de drogas, mas morava com o marido e filhos pequenos na casa da sogra.

Ela foi encontrada pelo pai em estado avançado de decomposição, com os pés e mãos amarrados.

O caso é investigado pelo 11º Distrito Policial (DP), no Jardim Ipaussurama, com apoio do Setor de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP).

De acordo com declarações do pai da moça para a polícia, Gracielle era dependente química há pelo menos 10 anos, mas não devia nos pontos de tráfico e nem recebia ameaças.

No domingo ela saiu de casa e não voltou.

Na manhã da terça-feira, como ela não voltava, o pai foi ao DP e fez boletim de ocorrência de desaparecimento.

No relato ele citou que a filha costumava sair vez e outra e demorava para retornar.

Depois, o pai foi dar uma volta no bairro a procura da dona de casa e, ao passar perto do rio que cruza o bairro na altura do número 1120 da Rua Doutor Luiz Henrique Giovannetti, avistou algo dentro do córrego e chamou a polícia.

Quem tiver informações pode ligar no anonimamente no setor de investigação, que é o 3227-5692.