Preço do botijão de gás vai pras alturas

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 9 de junho de 2017 às 12:33

Com informações da CBN Campinas e G1 Campinas
O aumento de 6,7% no preço do botijão de gás de uso residencial deixou a população de Campinas indignada com o novo reajuste e preocupada com o orçamento com o gasto extra. O anúncio feito na última quarta-feira e com correção imediata faz parte das alterações na política do preço do produto anunciada pela Petrobrás.

A partir de agora, o GLP terá correção no preço a partir do dia 05 de cada mês. Com o aumento, o botijão de 13 quilos deverá custar, no mínimo, R$ 53 reais.

Em Campinas, o reajuste já pode ser percebido nas distribuidoras, o que causou revolta na população, que terá de absorver o gasto extra. Segundo o Sindigás, são entre 110 e 120 revendedores oficiais na cidade, e os preços já estão valendo a partir desta quinta-feira. Os estoques das lojas são de, no máximo, dois dias, por isso, o preço novo já praticado pelo setor.

O último reajuste do gás de cozinha havia sido aplicado em março, resultando um aumento de 9,8% no preço do produto.

De acordo com a última pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP) em Campinas, entre os dias 28 de maio e 3 de junho, o valor médio praticado na cidade pelo gás residencial era de R$ 53,93. Ainda segundo o órgão federal, o valor mínimo encontrado foi de R$ 50, e o máximo, de R$ 60. Quatorze pontos de revenda participaram da pesquisa, sendo que o valor máximo foi encontrado no Distrito de Barão Geraldo.