Qual é a rua que virou notícia na imprensa em 2016?

Essa praça fica em uma rua que foi notícia em 2016 na imprensa – mas por algo positivo.

Como a gente pode perceber, é arborizada, tem umas árvores em um estado razoável de conservação.. A rua tem muito comércio, mas também muitas residências.

Afinal, o que teve nessa rua? Qual é essa rua?

Calma, gente. Como vocês são apressados!

Essa é a Rua Comendador Jerônimo de Campos Freire, na divisa do Jardim Interlagos com o Jardim Pacaembu!

Nós bem que tentamos procurar o histórico do tal comendador, mas achamos apenas um homônimo que foi médico, Jeronymo de Campos Freire, médico que nasceu em Campinas e se especializou em urologia, atuando também durante a 2ª Guerra Mundial.

Porém, como sabemos, os comendadores são de uma época muito mais antiga. Por isso, fica apenas a coincidência, aparentemente.

A rua ganhou esse nome em 27 de março de 1961. Achamos a lei que deu esse nome nos arquivos da Câmara de Vereadores.

A Câmara Municipal decreta e eu, Prefeito do Município de Campinas,
promulgo a seguinte Lei:

Artigo 1º – Fica denominada Comendador Jerônimo de Campos Freire, a via
pública que tem início na Rua Antônio R. de Carvalho e abrange a Rua 6 do
Jardim Interlagos e a Rua 15 do Jardim Aurélia.

Artigo 2º – Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as
disposições em contrário.

Paço Municipal de Campinas, aos 27 de março de 1961.

MIGUEL VICENTE CURY
Prefeito Municipal

Publicada no Departamento do Expediente da Prefeitura Municipal de
Campinas, em 27 de março de 1961.

Dr. Plínio do Amaral
Respondendo pelo cargo de Diretor do Departamento do Expediente



Tá, eu sei que você deve estar curioso em saber qual é a notícia que envolveu essa rua, certo?

Isso aconteceu em janeiro de 2016, e foi uma história que poderia ter terminado numa tragédia, mas que só não aconteceu graças a ação de dois policiais militares.

(Com informações do Correio Popular)
Quarta-feira, 20 de janeiro. Policiais do 35º Batalhão de Policiamento do Interior são chamados para uma ocorrência na Rua Comendador Jerônimo de Campos Freire. Um bebê de 20 dias estava engasgado com chá.

A mãe do bebê ligou para o telefone de emergência da PM (o 190) e recebeu as orientações para resgatar a criança. A manobra foi ensinada pela cabo Durciney Marques, mas a mãe não conseguiu executá-la.

De imediato, Durciney acionou pelo rádio uma viatura, que se dirigiu com urgência até a casa.

Os policiais – cabo Ricardo Alexandre Bilia, soldado Afonso Guimarães Prates Filho e soldado Cassiano Bachini dos Santos – encontraram o bebê já pálido e desfalecendo, mas iniciaram a “Manobra de Heimlich” (a técnica para desengasgá-lo), e, então, a criança chorou, voltando a respirar normalmente.

A mãe e a criança foram ao PS da Vila Padre Anchieta. Nenhuma sequela teve o pequeno bebê – que a gente acha que nunca na vida vai querer ver um chá na frente.

Veja a reportagem feita pela VTV/SBT com os policiais salvadores