Rancho do Frango – Jardim Chapadão

Dia desses postamos, aqui no CBS/ODC, a análise de um estabelecimento que vende frango atropelado. E não é que, na mesma rua, numa configuração muito parecida (com uma praça na frente), existe outro? O Rancho do Frango existe há tanto tempo quanto o outro, e tem algumas diferenças do outro.

Dependendo do dia e do movimento, você já é chamado a atenção de cara por um senhorzinho que passava com diversas iguarias…

Entre eles, o bolinho de bacalhau. Na verdade, deveria chamar “vareta de bacalhau”. É um stick. Na foto, está dividido ao meio – e é isso. Custa R$ 5,90, e dá pra dividir por dois. É um bom aperitivo para a entrada.

Além disso, o senhorzinho oferece um tipo de cachaça e outros produtos que são vendidos à parte.

Esse é um tipo de entrada interessante para esperar pelo frango. Aliás, são várias opções, mas mais simples que no outro estabelecimento. São frangos mais tradicionais, e alguns com coberturas como catupiry, queijo mussarela, rúcula, etc. O da casa tem alho frito na cobertura, o que parece ser uma opção interessante.

Decidimos partir para a opção tradicional (R$ 34,90). E aguardamos.

O frango é no mesmo esquema: vem “desmontado” em uma bandeja, com coxa, sobrecoxa e peito. Além disso, o acompanhamento é uma panela (média) de arroz, vinagrete, farofa, e quatro ou cinco batatas dorê.

Aqui não é possível fazer muitas comparações com o outro estabelecimento. São estilos diferentes de cozimento, de empratamento e de temperos. O frango é tão saboroso quanto, parece um pouco mais “carregado” nos temperos. O arroz é soltinho, e a grande quantidade agrada. O vinagrete também tem a sazonalidade de vir com mais cebola ou mais tomate dependendo da época do ano. A farofa é OK. As batatas dorê são o diferencial. São bem assadas, crocantes em alguma forma, e dão um complemento interessante ao prato.

Já experimentamos também o frango Rainha da Sucata, que vem com azeitonas, rúcula e queijos na cobertura do frango. É uma opção mais “pesada”, e melhor para dividir em dois ou três.

Há opções também de pratos mais “convencionais”, como parmeggiana, e pratos executivos (R$ 23,90) como costelinha ao molho barbecue e até lombo de porco ao molho barbecue. Experimentamos também, e aprovamos.

VALE A PENA?

Vale sim. Apesar das opções serem “mais simples”, o sabor é completamente diferente. Os pratos executivos também são bastante apetitosos.

ONDE FICA?

R Dr. Miguel Penteado, 239 – Jd. Chapadão. Para mais informações, é só clicar aqui.