Relatório do app Moovit classifica Campinas como uma das mais eficientes no transporte público

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 27 de março de 2017 às 20:45

Um levantamento realizado pelo aplicativo Moovit revelou dados importantes sobre a situação do transporte público no Brasil. O app coletou dados coletivos e conseguiu definir o tempo de espera em paradas e estações, a duração e a distância média das viagens e até mesmo a possibilidade de precisar realizar uma baldeação no trajeto.
Chamado de Relatório do Transporte Público, o estudo contou com dados que foram cedidos pela comunidade de editores do aplicativo, que já soma cerca de 150 mil usuários no mundo inteiro. Vamos aos resultados:

Duração das viagens
Nesse quesito, Curitiba conseguiu comprovar a fama da “cidade modelo” no quesito mobilidade.  O tempo médio de viagem (considerando ida e volta do trabalho) foi de 72 minutos. Porto Alegre, 74 minutos, e Campinas, 77 minutos, também tiveram bons resultados.
Na outra ponta da tabela, Recife e Brasília registraram uma média de 96 minutos. A capital pernambucana ainda tem outro número ruim, é a cidade com o maior percentual das pessoas que levam mais de duas horas para realizar o trajeto de ida e volta do trabalho: 34%. A lista ainda conta com Rio de Janeiro (95), Salvador (94), São Paulo (93), Fortaleza (89) e Belo Horizonte (85).

Tempo de espera em paradas e estações
Ninguém gosta de ficar esperando uma eternidade até que o ônibus passe. Infelizmente para os baianos, Salvador é a cidade em que o transporte público mais demora para chegar nas paradas e estações. O tempo médio de chegada é de 33 minutos. Brasília vem em segundo, com 28 minutos.
Curitiba novamente consegue bons resultados aqui e tem tempo médio de apenas 17 minutos. Rio de Janeiro e São Paulo também aparecem bem na lista com 19 minutos cada. Completam o ranking Recife (27), Fortaleza (24), Campinas (23), Belo Horizonte (23) e Porto Alegre (20).

Distância média percorrida
Neste ponto houve empate triplo entre Curitiba, Fortaleza e Porto Alegre como as cidades em que a distância média percorrida em um trajeto feito por ônibus, trem, metrô ou outro transporte público é de 7 km. Brasília, com 15 km, e Rio de Janeiro, com 12 km, são as cidades com as maiores distâncias.
Essa seleção ainda traz Belo Horizonte e Recife, com 9 km cada, e Campinas, Salvador e São Paulo, com distância média de 8 km cada.

Baldeações por trajeto
Sem nenhuma surpresa, a capital paulista lidera a lista das cidades em que as pessoas têm a maior possibilidade de realizarem trocas de linhas ou transportes para chegarem ao destino. Em São Paulo, o percentual de pessoas que fazem algum tipo de baldeação pelo menos uma vez durante o trajeto é de 66%, o mesmo de Fortaleza.
Em Porto Alegre, por outro lado, há mais pessoas fazendo viagens diretas aos seus destinos, já que o percentual de baldeações é de apenas 50%. Rio de Janeiro (62%), Brasília (61%), Curitiba (61%), Salvador (59%), Campinas (58%), Recife (56%) e Belo Horizonte (53%) completam a lista.

• Com informações do Olhar Digital.