Rodoviária de Campinas é fechada após homem tentar se jogar da passarela

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 6 de Janeiro de 2018 às 15:07

Um homem de, aparentemente, 40 anos de idade tentou se jogar no começo da tarde deste sábado da passarela que liga o Terminal Metropolitano de Campinas à Rodoviária da cidade.

O caso foi acompanhado de perto por centenas de passageiros, bombeiros e polícia militar.








Ainda não se sabe exatamente como, mas o homem conseguiu passar pelo vão da passarela, logo de quem sai do Terminal, e ficou parado no pequeno espaço que existe ali, sem que os seguranças pudessem ver.

A própria equipe do terminal foi quem chamou a polícia.

Duas equipes de resgate dos Bombeiros foram acionadas também para prestar algum tipo de socorro se fosse necessário.

A todo o momento o homem dizia que iria pular.

Por isso, as equipes colocaram um ônibus da Expresso Fênix, que tinha acabado de chegar na Rodoviária para ser uma espécie de “amortecedor” caso ele tentasse fazer alguma coisa.

Depois de alguns minutos de conversa com policiais, ele resolveu voltar à passarela e desistiu da queda.

A Rodoviária já foi reaberta

O caso será apresentado no 1o Distrito Policial.




Sobre o suicídio

(Informações do Setembro Amarelo)
Um problema de saúde pública que vive atualmente a situação do tabu e do aumento de suas vítimas é o suicídio.

Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer.

Tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas.

A esperança é o fato de que, segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta.

Iniciado no Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina)e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), a campanha Setembro Amarelo realizou as primeiras atividades em 2015 concentradas em Brasília.

Mundialmente, o IASP – Associação Internacional para Prevenção do Suicídio estimula a divulgação da causa, vinculado ao dia 10 do mesmo mês no qual se comemora o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

A esperança é o fato de que, segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta.

O CVV – Centro de Valorização da Vida é uma entidade sem fins lucrativos que atua gratuitamente na prevenção do suicídio desde 1962, membro fundador do Befrienders Worldwide e ativo junto ao IASP – Associação Internacional para Prevenção do Suicídio), da Abeps (Associação Brasileira de Estudos e Prevenção do Suicídio) e de outros órgãos internacionais que atuam pela causa.