Roubos de bicicletas podem diminuir com cadastro nacional das magrelas

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 13 de Maio de 2017 às 09:28

Com informações da CBN Campinas e Correio Popular
A prefeitura de Campinas estabeleceu uma parceria com uma empresa para ampliar o número de ciclistas registrados no Cadastro Nacional de Bicicletas. A proposta é coibir o roubo desse tipo de veículo e ainda aumentar a recuperação daqueles que foram roubados.

Toda bicicleta tem um número de fábrica, como uma numeração de chassi. O proprietário acessa o site ou baixa o aplicativo Bike Registrada e cadastra o número de série. Caso a bicicleta for roubada, o dono registra o furto na página.

Com isso, a comercialização de produtos roubados será dificultada pela impossibilidade de adulteração do número de série. A polícia poderá rastrear o dono da bicicleta roubada em qualquer lugar do Brasil. Para o responsável pelo programa Bike Registrada, Marcos Samaroni Carneiro, cada vez que a base de cadastro aumenta, haverá mais eficiência no combate ao roubo de bicicletas no país. Ele comemorou a parceria com a prefeitura de Campinas.

No Brasil, já são 148 mil cadastros realizados em 765 municípios. Campinas aparece em 6º lugar do ranking do Cadastro Nacional de Bicicletas Roubadas dentre os 30 municípios que divulgaram as ocorrências nos últimos seis anos. A cidade registrou nesse período, 84 casos, sendo 48 roubos, e o cadastro nacional é um site que se tornou o principal aglutinador de informações para ciclistas que são vítimas de ações criminosas. De acordo com o site, Campinas fica atrás somente de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília e Belo Horizonte.




Como funciona?

O interessado em registrar a bicicleta no cadastro nacional, deve acessar o site www.bikeregistrada.com.br ou baixar gratuitamente o app bike registrada no smartphone.

Os proprietários podem registrar suas bicicletas pelo site ou aplicativo de celular nas lojas da Apple ou da Google Play. O aplicativo é gratuito. Nesse cadastro, o usuário poderá informar o número de série do produto, incluir fotografias da bicicleta e outros dados da bike.
O sócio-fundador da Bike Registrada, Marcos Samarone dos Santos Carneiro, explicou que o serviço é totalmente gratuito e tem abrangência nacional, podendo ser utilizado em todas as cidades brasileiras.
Atualmente, o sistema possui o registro de 100.711 usuários em sua base de dados em 765 municípios. Só em Campinas, o sistema já possui 1.130 usuários cadastrados.
Campinas tem 380 mil bicicletas, segundo levantamento da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Bicicletas e Similares).