Vai demorar 1 ano para a Prefeitura tirar o entulho do que sobrou das casas no Córrego Taubaté

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 23 de junho de 2017 às 09:16

Com informações do G1 Campinas e COHAB

Foto: Reprodução EPTV

O entulho acumulado na área próxima ao Córrego Taubaté vai levar um ano para ser removido, segundo uma previsão da Prefeitura.

De acordo com a administração municipal, o trabalho é demorado por causa do tamanho do terreno, que chega a 7,5 milhões de metros quadrados. Além disso, ainda existem moradores no local e casas que não foram demolidas. O espaço é considerado área de risco pelo Executivo e foi desocupado por 660 famílias no ano passado.

A demolição das casas começou em junho de 2016 e as famílias foram encaminhadas para conjuntos residências em frente ao terreno, no Jardim do Lago 2. De acordo com o governo municipal, o local é a maior área de desocupação de Campinas. No entanto, o número de famílias que ainda precisam deixar a área não foi informado.




Desocupação aconteceu para criação do Parque Linear Vilas de Taubaté

O Parque Linear Vilas de Taubaté envolve remoção e reassentamento de 660 famílias, implementação do Parque Linear e regularização fundiária. Ao final do projeto, cerca de 3,2 mil famílias serão beneficiadas.

As intervenções serão executadas numa área aproximada de 7,5 milhões de metros quadrados e propiciarão a manutenção de áreas de preservação ambiental, prevenção de alagamentos e desmoronamentos, acesso viário, obras de infraestrutura e saneamento básico, além da implementação de equipamentos de lazer e pista para corrida e caminhada.

Só que, até hoje, nunca saiu do papel.