Yakisoba Kin – Parque Universitário


A febre dos restaurantes japoneses chegou um pouco tarde no Ouro Verde. Por mais que existem algumas bancas que vendem produtos do tipo na Av. Suaçuna, por exemplo, a única opção de quem queria um restaurante do tipo tinha que ir “depois da Bandeirantes”, na Barão de Itapura, Cambuí, e coisas do gênero.

O Yakisoba Kin chegou meio “disfarçado” por aqui. Havia um outdoor perto do Terminal Ouro Verde. Depois, foi tirado. Até que o CBS/ODC descobriu o espaço.

É um restaurante pequeno, é bem verdade, mas não deixa de ter lá um conforto. Como é novo, tudo ainda está “tinindo”. Mas, vamos ao que realmente importa: a comida.

COMO FUNCIONA

O buffet é por quilo. Custa R$ 69,90. As opções não são lá muito variadas. Há um prato de sunomono, de gengibre, jow, hossomaki, uramaki, mas não há, por exemplo, sashimi. Esse tem que ser pedido à parte (cobrado também). Tudo é muito pequeno em relação a outros buffets que visitamos, mas o sabor compensa tudo. Tudo é bem preparado, o salmão é salmão mesmo (porque a gente sabe que tem alguns que usam truta salmão no lugar), e tudo bem fresco.

Ao lado há o buffet de pratos quentes (R$ 49,90 o quilo), onde há o yakisoba, batata sorriso, hot rolls, e outros produtos. Tudo segue no mesmo padrão.


E como o nome do estabelecimento é “Yakisoba”, nada melhor que experimentar o prato da casa. E que surpresa positiva! Tudo bem que os mais “radicais” em relação à comida japonesa não vão aprovar o estilo ligeiramente diferenciado desse yakisoba. São dois “sabores”: carne e frango. A carne é bem frita, e não fica borrachuda. O frango (que também experimentamos) é cozido na medida certa.

A principal diferença é o que compõe o yakisoba. Para os tradicionalistas, não há pimentão nem couve-flor, mas há brócolis e vagem. Pra alguns dos membros do CBS/ODC, o fato de não ter pimentão é a salvação da lavoura – já que são alérgicos. O caldo do molho é na medida de sal. A porção da foto é separada do buffet, custa R$ 29,90. Até dá para alimentar duas pessoas, desde que elas não tenham muita fome. A tigela, só para você ter uma ideia, tem a altura aproximada de um bolo de pão pullman, e vem cheia até acima da metade.

Experimentamos também o temaki. Não se deixe enganar pela foto que não saiu lá essas coisas. Pedimos o de salmão empanado com creem cheese (R$ 16,90). O tamanho é ligeiramente menor a de algumas temakerias que comemos, mas o sabor é bom. Vem bem recheado com cream cheese, e os cubos de salmão são bem fritos – nesse que pedimos, ainda estavam pelando de quente.

O atendimento é bom. O CBS/ODC foi ao local duas vezes em datas diferentes, e, em nenhuma delas o local estava cheio, o que passa essa impressão de “atendimento imediato”. Algo que chamou a nossa atenção é a grande quantidade de pedidos que são feitos pelo aplicativo iFood, o que mostra que o restaurante tem mais uma característica “delivery” do que propriamente no espaço – justificável pelo espaço. Ah, detalhe: passou a aceitar Sodexo Refeição nos últimos dias.

VALE A PENA?

Sim. O yakisoba tem preço bom pela quantidade, o temaki está na média dos estabelecimentos “do lado de lá da Bandeirantes”, e a comida é gostosa.

ONDE FICA?

Av. Ruy Rodrigues, 3941 – Pq. Universitário, em frente ao Shopping Spazio Ouro Verde. Para mais informações, é só clicar aqui. 

COMO CHEGAR