10 motivos para estudar fora

Postado por Redação Ônibus de Campinas em 15 de abril de 2018 às 19:00

Estudar entre as melhores universidades do mundo, fazer um networking internacional, conhecer outras culturas, desenvolver crescimento pessoal e autonomia são apenas algumas das vantagens para quem pretende estudar fora.

Nathalia Bustamante, Editora do Portal Estudar Fora, da Fundação Estudar, explica alguns dos motivos pelos quais valem à pena o planejamento e investimento para estudar no exterior.








    1. Esteja entre as melhores
      De acordo com o principal ranking universitário internacional, o Times Higher Education (THE), publicado em Londres, o Brasil tem apenas uma universidade no ranking mundial com as 300 melhores instituições de ensino superior do mundo: a Universidade de São Paulo (USP). Ou seja, se quiser estudar entre as melhores universidades do mundo, prepare as malas.
    2. Prepare-se para o futuro
      Viajar e conhecer novos lugares e culturas irá expandir a sua visão de mundo e deixa-lo mais apto a se adaptar a ambientes diferentes. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Institute For The Future (IFTF), de Palo Alto (EUA), uma das dez principais habilidades para o profissional do futuro será a Competência Intercultural, descrita como a capacidade de trabalhar em diferentes contextos culturais. Com o aumento mundial da interconectividade, lidar bem com a diversidade e se adaptar com facilidade se tornam essenciais nas organizações.
    3. Melhore sua comunicação e liderança
      Segundo a pesquisa Working Beyond Borders, realizada pela IBM com mais de 700 executivos de recursos humanos do mundo todo, a liderança criativa foi apontada como a demanda mais importante para as organizações nos próximos anos. Em um contexto de intensas trocas de ideias e informações, uma comunicação clara, objetiva, que motive e reinvente os relacionamentos e que ultrapasse as barreiras culturais e de idioma se tornará necessária aos líderes.
    4. Desenvolva–se como empreendedor
      Cabeça de dono! Esta é uma das principais características que se vê nas descrições de vagas hoje em dia. Ter um perfil empreendedor significa resolver problemas com senso de propriedade, fazendo acontecer. Ter uma experiência de estudos no exterior é sair da sua zona de conforto, o que vai ajudá-lo a ser mais inovador, responsável e empreendedor.
    5. Desenvolva fluência em um idioma estrangeiro
      Considerado o idioma universal, falado por cerca de 1,8 bilhões de pessoas, o inglês abre portas em praticamente todas as empresas do mundo, especialmente as multinacionais. Segundo a empresa Michael Page, referência na América Latina em recrutamento especializado de executivos, em geral os profissionais que têm um bom inglês crescem rapidamente dentro das organizações. Ainda segundo a Michael Page, o idioma aumenta a média salarial entre 10% e 15% na mesma posição – inclusive no mercado brasileiro. Para mercados internacionais, então, é pré-requisito. Atualmente apenas 4% dos profissionais no mercado têm domínio da língua.
    6. Crie um networking internacional
      Um excelente motivo para estudar no exterior é fazer networking. Nessa experiência, você vai conhecer pessoas de diferentes backgrounds e nacionalidades, em uma rede que poderá ser ativada para o resto da vida. No campus da London School of Economics and Political Science (LSE), por exemplo, são faladas mais de cem línguas. Ela é a universidade mais internacional do mundo.
    7. Aprenda a planejar-se financeiramente a longo prazo
      Um bom planejamento financeiro será importante tanto na preparação para o período de estudos no exterior quanto durante os estudos. Isso porque, em geral, o estudante brasileiro não pode trabalhar enquanto estuda e deve controlar bem as despesas para garantir que o orçamento não será comprometido.



    8. Crescimento pessoal e autonomia
      Um dos grandes ganhos com a experiência de estudar fora é o crescimento pessoal e a autonomia que a saída da zona de conforto proporciona. A autonomia é um dos principais ganhos que o estudante terá, pois se tornará mais ativo e engajado no ganho de conhecimento. Morar fora é um teste de autoconfiança. Quando você voltar ao seu país, você naturalmente vai depender menos de outras pessoas e pegar mais responsabilidades para você.
    9. Diferentes culturas
      Morar fora do seu país de origem é a oportunidade de conhecer diferentes culturas. É muito fácil cometer o erro de entender a própria cultura como a verdade absoluta e, viver em um outro país e conviver com pessoas de culturas adversas, fará com que tenha outra perspectiva sobre os seus próprios costumes. Além disso, vai ajudá-lo a desenvolver um senso crítico a respeito do seu próprio país.
    10. Autoconhecimento
      Estando em um ambiente completamente novo e sozinho você será confrontado com situações pelas quais nunca passaria na sua nação de origem. Essas serão ótimas oportunidades para conhecer-se melhor, descobrir no que é bom e no que não é, e ver que possui habilidades que nunca imaginou ter.