Banhos de bebês e crianças em ofurôs ajuda no relaxamento e a aliviar a tensão

0
34

O banho em bebês e crianças sempre foi um desafio para os pais, tanto que muitos banhos são dominados pelos avós que tem mais experiência. Não é novidade para quem tem filhos que o banho pode ser um momento de tensão, principalmente nos primeiros meses. Pensando nisso uma empresa Brasileira, pioneira em banheiras para banho de imersão, tipo ofurô, sediada em Curitiba, lançou em 1999 seu primeiro site com uma banheira estilo ofurô para banho em posição vertical, porem segundo um dos sócios, na época era um produto muito pioneiro e o desafio era conceitual. Anos depois lançaram no Brasil um produto com novo designer e totalmente desenvolvido aqui, segundo a empresa foi feito uma pesquisa informal com quase mil mães e pais para entender a necessidade, além de um grande trabalho com opiniões médicas, que era o público da empresa na época do lançamento do primeiro produto no início dos anos 2000.

Segundo Juliane Fávaro, uma das proprietárias da empresa Babytub, “o banho pode ser um momento de muito relaxamento, porem tem que entender o que acontece no início da vida dos bebês, pois o ambiente deles é escuro, protegido, aquecido e no meio aquático, além de ter alimentação via umbigo. Quando nasce, principalmente em cesárea, em 1 minuto é outro mundo, e quando vai para banho a pele encosta na água e a memória do bebê, que começa a desenvolver nos 6 meses de gestação, ativa a lembrança do útero, porem o ambiente é muito diferente do útero, e isso causa tensão. Por isso os banhos deitados causam tanto choro, o bebê fecha as mãos e chora com movimentos de tensão, na realidade ele não está reconhecendo o ambiente intrauterino”. Ainda segundo Juliane, desde recém-nascidos até oito meses usa-se a Babytub Evolution, que transmite um banho com posição vertical, e encaixa a coluna e o quadril do bebê perfeitamente no fundo da banheira, aliás a empresa adverte que o uso de produtos sem qualidade pode afetar a coluna do bebê, já que crianças até 6 meses não podem sentar, somente encaixar.

Após os 8 meses os Pais começaram a pedir um produto maior, pois os bebês gostavam muito do banho e relaxavam, alguns até dormiram no banho, ainda bem pequenos. Com isso a empresa lançou a alguns anos uma inovação no Brasil, com nome de Babytub Ofurô, a banheira de banho pode ser facilmente entendida como um verdadeiro ofurô para crianças, neste caso para uso de 1 até 6 anos, com máximo de altura de 1 metro e 20 centímetros, segundo informações da empresa.

O produto é 100% desenvolvido no Brasil e está disponível no Brasil todo, ao verificar o Instagram da empresa vemos os relatos surpreendentes dos pais, que não têm mais problemas com banho e ainda se divertem com os filhos, muitos levam para praia e em viagens de carro, já que pode ocupar um espaço grande porem usa-se o próprio espaço da banheira para guardar coisas de viagem, segundo um dos relatos.

Segundo Juliane Favaro, “mesmo não tendo exigência no Brasil, a empresa segue os rígidos padrões de produção da Europa e USA, com matéria prima sem toxidade e pigmentos orgânicos, que são bem mais caros, porem eu e meu marido investimos tudo pensando nos nossos filhos, que estavam recém-nascidos e queríamos que os pais tivessem a mesma qualidade e resultados em seus filhos também”. Ainda segundo Juliane, a filosofia da empresa é trazer momentos seguros, divertidos e relaxantes para esta fase tão importante da relação entre os pais e os filhos, que estão formando suas personalidades e criando laços afetivos e seguros.

Esta banheira denominada Ofurô, traz ainda uma preocupação com meio ambiente, pois economiza em média 40 litros de por dia, isso mesmo, eu disse por dia, considerando um banho de 10 minutos. Segundo a empresa o produto pode se pagar em pouco mais de 1 ano de uso, levando também em consideração economia de luz e gás. Ainda segundo Juliane, a válvula de saída de água da banheira muitas vezes é usada antes mesmo de tirar as crianças, pois a maioria não querem sair, inclusive ela relata que é importante esvaziar imediatamente após o uso, para evitar das crianças quererem voltar, isso está no manual de instruções.

Fomos verificar relatos no Instagram da empresa, e vimos que realmente existem reclamações, que as crianças não querem sair do banho, pelo jeito dar banho não é mais um problema e sim uma diversão.

As informações são de responsabilidade da Dino

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome