Jardim | Paisagismo e jardinagem para decorar a sua casa

1
56
Foto: Divulgação

Quando falamos de arquitetura ou decoração, todo mundo já sabe do que se trata e quais são os profissionais dessa área. Porém, quando o assunto é paisagismo e seus objetivos, muitos costumam não saber do que se trata e até mesmo confundem com a jardinagem; mas há sim diferença entre as áreas e contratar um paisagista é mais importante do que se imagina.

Um paisagista é o responsável pela criação de espaços para proporcionar uma melhor qualidade de vida para os seus usuários, além de garantir muito mais beleza para o seu ambiente, independente do tamanho da área que será trabalhada. Além disso, constituindo-se de técnicas cada vez mais avançadas, o paisagismo também é o grande responsável pela recomposição de espaços afetados pelas construções, utilizando a seu favor fatores da botânica, ecologia e as mudanças climáticas de cada região.

E diferente do que muitos pensam, há sim distinção entre ambas as áreas. Segundo a arquiteta paisagista Adriele Mendes, da Ypê Flora Paisagismo, o profissional especializado em paisagismo tem um amplo conhecimento de todos os tipos de vegetação, podendo criar ambientes de acordo com a necessidade do cliente, sem desobedecer os fatores climáticos do local. “O paisagista não se limita em apenas criar projetos de áreas verdes, trabalha com tudo que interfere na paisagem externa às edificações, tais quais como: espaços abertos, áreas livres de circulação, lazer, recreação, preservação ambiental, entre outros”, explica. Além disso, também são utilizados outros elementos construtivos no processo paisagístico, como piscinas, quadras esportivas, quiosques, escadas, churrasqueiras, muros e iluminação.

Já a jardinagem pode ser considerada uma função ligada ao paisagismo, porém limitada, servindo como um complementar do paisagismo. Por isso, primeiro é realizado o projeto com um arquiteto paisagista para só então o técnico de jardinagem poder realizar a execução e plantio das mudas, seguindo aquilo que o projeto estabeleceu para a área. É também o profissional de jardinagem quem irá ser responsável pela aplicação de técnicas para manutenção e cultivo dos jardins.

Aderir ao paisagismo vai muito além de apenas melhorar a aparência de uma área; ele também considera, durante o processo de criação do projeto, alguns outros pontos importantes para o bom resultado da obra, como o estilo arquitetônico, clima predominante, características do solo, topografia, disponibilidade hídrica, característica de cada planta utilizada e se haverá presença de crianças, adultos ou animais domésticos. “A partir daí ele cria o espaço de forma a integrar todos esses elementos citados de forma a propiciar melhor qualidade de vida e melhor integração com o meio ambiente, além de valorizar os espaços, evitando que ocorra problemas futuros, tais como: infiltrações, rompimento de canos causados por raízes, problema com invasões de plantas em lugares indesejados, entre outros”, explica Adriele.

As informações são do Diário da Região.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome